«Cartas de amor aos mortos»
Ava Dellaira

Sinopse o livro «Cartas de amor aos mortos» Ava Dellaira (resumo)

Prestes a começar o ensino médio, Laurel decide mudar de escola para não ter que encarar as pessoas comentando sobre a morte de sua irmã mais velha, May. A rotina no novo colégio não está fácil, e, para completar, a professora de inglês passa uma tarefa nada usual: escrever uma carta para alguém que já morreu. Laurel começa a escrever em seu caderno várias mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Elizabeth Bishop… sem nunca entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky. Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era – encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um – é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho. “Uma história brilhante sobre a coragem necessária para continuar vivendo depois que nosso mundo desmorona. Uma celebração comovente do amor, da amizade e da família.” – Laurie Halse Anderson, autora de Fale! “Assim como Kurt, Janis, Amelia e outros que já se foram mas de algum jeito permanecem aqui, Cartas de amor aos mortos deixa uma marca indelével.” – Gayle Forman, autora de Se eu ficar


Para entender do que se trata o livro, você deve ler seu resumo (sinopse), resenhas, resenhas e ler citações. Tudo isso está no nosso site de livros!

Recomendamos baixar (download) o livro «Cartas de amor aos mortos» Ava Dellaira grátis, sem registro e sms nos formatos epub, mobi, pdf em dispositivos como e-book, telefone Android, iPhone, PC (computador), iPad.

Baixar [Download] livro grátis «Cartas de amor aos mortos» Ava Dellaira

Revisões «Cartas de amor aos mortos» Ava Dellaira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

180 visualizações